Conheça o Chipre > Turismo em Chipre > Turismo Cultural no Chipre
Turismo Cultural no Chipre
Turismo Cultural no Chipre
Turismo Cultural
A ilha de Chipre é muito antiga. Cleópatra, a Rainha do Egito, a seu tempo, visitava a ilha por um período para revigorar suas energias e contemplar seus monumentos e belezas paisagísticas. A ilha é composta de sítios arqueológicos, castelos medievais, monumentos greco-romanos em homenagem aos deuses mitológicos, mosteiros e igrejas, muralhas e fortificações, cidades e vilarejos antigos preservados, vinícolas típicas, dentre outros atrativos, constituindo-se em uma das maiores relíquias culturais do mundo, verdadeiro patrimônio histórico da humanidade.

St. Hilarion Castle
Atração localizada na parte no norte de Chipre é St. Hilarion Castle, localizado na cordilheira Kyrenia. Segundo a lenda, o nome do castelo foi derivado de um monge que viveu no local onde o castelo foi construído. Durante seu tempo, a montanha estava infestada de demônios que tentaram induzi-lo que o dia era noite. No entanto, suas tentativas foram levadas ao erro, porque ele era surdo. Muito desestimulados, os demônios deixaram a montanha em paz. Após sua morte, St. Hilarion foi enterrado no local e uma capela bizantina e o mosteiro foram construídos por volta do século X. St. Hilarion Castle também é famosa porque havia rumores de que Walt Disney usou como modelo para a construção do castelo em "Branca de Neve e os Sete Anões". Ao subir na estrada que leva ao castelo, e se deparar com o cenário, não se poderia duvidar de tal história.

Mosteiro de Chrysorrogiatissa em Pafos
Situado no belo cenário, o Mosteiro de Chrysorrogiatissa em Pafos, esta região tem como padroeira religiosa a Nossa Senhora da Romã Golden. O mosteiro foi criado em 1152 por Inácio, um monge que, segundo a crença popular, encontrou um ícone milagroso da Virgem Maria, ao largo da costa de Pafos que tinha sido atirado ao mar, na Ásia Menor, durante a controvérsia iconoclasta e levada pelas ondas para Chipre. O mosteiro é a casa de uma coleção de ícones importantes e tesouros. Uma impressionante cerimônia religiosa é realizada em 15 de agosto de cada ano. A antiga adega do mosteiro produz alguns dos vinhos mais finos da região.

Igrejas das Montanhas Troodos
As montanhas Troodos são populares devido à sua paisagem inspiradora, e quando você circula na faixa de igrejas históricas, que podem ser encontradas espalhadas em torno das montanhas, é realmente uma viagem que vale a pena para qualquer pessoa que esteja estudando ou visitando a ilha.

Muralhas de Maa-Palaeokastro
As muralhas de Maa-Palaeokastro estão localizadas na costa ocidental da ilha próximas à Baía do Coral. "Maa" está localizado a uma boa distância do centro urbano do Palaepafos, aproximadamente 25 quilômetros a sudeste, e 10 km a noroeste da moderna cidade de Pafos. São imponentes muralhas defensivas e foram colonizadas pelos gregos micênicos, por volta de 1200 aC, após a queda dos reinos micênicos na Grécia continental. É, portanto, um dos núcleos históricos de Chipre, com visão estratégica do Mediterrâneo. Estes grandes blocos de cantaria, falésias íngremes do outro lado do local, oferecem proteção aos moradores de "Maa" e acredita-se que o local tinha uma função específica de defesa. A primeira muralha protegia o assentamento de terra que bloqueou toda a largura da parte mais estreita da península. A segunda proteção, oferecida a partir do mar, está localizada na extremidade da península, junto ao mar. Ambas as fortificações foram construídas da mesma forma, que lembra muito o estilo "ciclópico" dos muros micênicos. As paredes têm uma altura de 70 metros e uma largura de 3,5 metros. Elas têm um portão de 4 metros de largura. A parte inferior das paredes tem duas fileiras paralelas de pedras, e a distância entre elas está preenchida com pedras menores. A parte superior parece ter sido construída com tijolos de barro. A parede de frente para o mar foi construída da mesma forma, mas as pedras da parte inferior eram de um tamanho menor. Muitos arqueólogos associam a destruição da "Maa" e de outros sítios à finalização da Idade do Bronze. Muitos locais da Ilha de Chipre são considerados Patrimônio da UNESCO.

Sítios e Monumentos
Em função de sua posição estratégica e cobiçada por potências estrangeiras e devido à sua geografia central, principalmente em períodos de guerras, pois é o cruzamento entre três continentes, Chipre é considerado um "museu a céu aberto", onde se pode ver a evidência da passagem de vários conquistadores e vários governantes que controlavam o mundo através dos tempos.

Existem roteiros culturais, onde é possível seguir os passos de Afrodite, a "Deusa do Amor e da Beleza" e protetora de Chipre. Na ilha é possível conhecer as diversas fases da história, cultura e mitologia como o nascimento dessa deusa, a personagem, os rituais relacionados com o seu culto, bem como plantas e santuários associadas à Afrodite.

As regiões Carpas e Trogodos (parte central e a sudoeste da ilha) estão separadas pela planície fértil de Mesoreia. Desde tempos remotos foi um ponto de passagem entre a Europa, Ásia e África. Ainda hoje há inúmeros vestígios das sucessivas civilizações, cidades romanas, teatros, igrejas e mosteiros bizantinos, castelos do tempo das cruzadas e habitats pré-históricos. A Ilha de Chipre possui 10 igrejas antigas em Troodos (região montanhosa) classificadas pela UNESCO. Essas igrejas, foram protegidas dos ataques muçulmanos e encontram-se em um dos maiores e mais bem conservados núcleos históricos de igrejas do império Bizantino. Construídas numa arquitetura rural tradicional, estas igrejas são decoradas com belos afrescos que datam dos séculos XI ao XVII. Para se chegar até essas igrejas é necessário visitar a região de Troodos, um lugar montanhoso, de preferência de carro, pois a rede de transportes públicos em Chipre é deficiente e nas montanhas é praticamente inexistente.

Outra dica é passear pelos antigos vilarejos encrustados no centro da Ilha e que parecem parados no tempo, onde é comum encontrar rodas de homens (nunca mulheres) em "botecos", engatando conversas ao velho estilo grego de ser. Sem esquecer das igrejinhas brancas, de origem ortodoxas, encrustradas nas pedras, à margem do Mediterrâneo, parecidas com aquelas do filme, "Mama Mia".

Choirokoitia
Outro local interessante de se visitar é Choirokoitia, um dos melhores e mais preservados sítios pré-históricos encontrados na região do Mediterrâneo Oriental, com moradias reconstruídas, causando uma boa impressão, uma volta ao tempo. Um dos pontos altos é a arquitetura antiga, fotografar os mosaicos do piso das vilas romanas com cenas da mitologia grega, indiscutivelmente o melhor do leste do Mediterrâneo. É hábito entre os turistas desfrutar de um jogo da Grécia antiga realizada em um teatro romano, com a vista do Mediterrâneo, em um dos penhascos que rodeiam o mar.

Omodos - Mosteiro de Stavros
O povoado de Omodos, no interior montanhoso da ilha, onde fica o Mosteiro da Santa Cruz, é um dos mais antigos do Chipre e, de acordo com a lenda, foi construído depois que Santa Helena chegou à ilha no ano de 327, local onde dizem haver restos de roupas e da cruz de Jesus, o Nazareno. O povoado é muito interessante, com ruas estreitas e com muitas lojas de artesanato e alguns restaurantes de calçada, bons para degustar comidas típicas ou beber o vinho do país.

Roteiro dos Vinhedos
É recomendável fazer uma excursão panorâmica em uma paisagem gloriosa, acompanhado pelas delícias dos vinhos produzidos no local. Na parte ocidental da ilha, no distrito de Pafos, em uma altitude mais de 800 metros, o percurso oferece uma experiência do vinho incomparável. As adegas são numerosas, os prazeres diversos de igual magnitude. A variedade da uva local se destaca mais uma vez, oferecendo vinhos brancos de paladar refinado no cheiro e na leveza no corpo. Existem sabores de maçã verde, pêssego e damasco. Além disso, frutas vermelhas, violetas e rosas enriquecem a outras uvas locais. Nas aldeias desta rota é possível encontrar também alguns dos melhores vinhos Cipriotas.

Turismo Natureza
A ilha possui sua costa litorânea acidentada, alternando entre longos trechos de areia ou cascalho, praias de areia e rochas, costões, planícies banhadas pelo sol e montanhas com florestas, ou seja, há atrativos para todos. Para um observador de aves, Chipre é uma visita obrigatória, pois, como a ilha está no caminho de migração entre a Europa, Ásia e África, o país possui número de plantas endêmicas, como a tulipa, a orquídea e o açafrão, tornando-se um paraíso botânico, alvo de alimentação para inúmeras aves. A ilha ainda tem o seu próprio animal nacional, o "muflão" de Chipre, uma espécie de ovelha selvagem que anda livre nas extensas florestas de Troodos e tem sido usada como o símbolo da Ilha. Também, é possível encontrar as tartarugas verdes e cabeçudas, espécie única, que aparece nas praias no período do verão. É comum encontrar também a "foca-monge do Mediterrâneo" e os golfinhos nadando nas mornas e calmas águas cristalinas da ilha.

Parque Nacional Cabo Gkreko
Trata-se de um parque nacional, na linguagem técnica é considerado um "promontório" rochoso (cabo rochoso, escarpado, caindo abruptamente sobre as águas do mar) localizado na costa sudeste de Chipre, a leste da praia de Agia Napa e sudeste de Protaras, é uma área de beleza natural declarada como Parque Florestal Nacional e área de conservação. O parque oferece caminhadas por trilhas, falésias, com vista para mar azul-turquesa. Ao longo das trilhas encontram-se bancos de madeiras com o objetivo de oportunizar aos turistas a possibilidade de descansar, fazer piqueniques e olhar a paisagem das águas cristalinas. A área do Cabo Greco é popular entre os mergulhadores, excelente para a prática deste esporte devido às temperaturas quentes variando de 16 º C no inverno a 28 º C no verão e com visibilidade na água atingindo 30 a 40 metros.

É comum nesta região fazer um passeio de barco, ao longo da costa cipriota, próximo das cavernas rochosas, onde a natureza tem esculpido as falésias calcárias de dez metros e adornado de tal forma a merecer o nome de Palácios.

Confira
Intercâmbio em Limassol
04 Semanas
Intercâmbio em Limassol <br/>04 Semanas
 04 Semanas de Curso com 04 Semanas de Acomodação
Hotel de frente para a praia
R$ 6.200,00 à vista
Entrada de R$ 1.990,00 + 5 x de R$ 930,00
Fique por dentro
Assine nossa news e receba promoções e novidades sobre Intercâmbio para o Chipre em seu e-mail.
Siga-nos no Facebook


Solicite seu orçamento

Solicite seu orçamento